Rui Costa e Pinheiro implantam o projeto Escolas Culturais em Gandu

Palavras-chave:
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta sexta-feira (6) entra para a história da cidade de Gandu com as entregas realizadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação. Depois da inauguração da Fábrica-Escola do Chocolate, o Centro Territorial de Educação Profissional do Baixo Sul recebeu o Projeto Escolas Culturais. As duas inciativas dialogam com o desenvolvimento socioeconômico e ambiental do Território, integrando a escola com a comunidade, e objetivam ampliar a formação profissional dos estudantes contribuindo para o protagonismo estudantil. As duas ações contaram com as presenças do governador Rui Costa e do secretário da Educação, Walter Pinheiro.

O governador destacou que o projeto Escolas Culturais visa integrar a escola com a comunidade do município, tendo a cultura e a arte como elementos agregadores. “Esse projeto transforma cada escola do Estado em equipamento cultural não somente para alunos da rede municipal e estadual, mas para toda a população. Que o espaço da escola abra as portas para receber corais, peças de teatro e muitas manifestações artísticas. Vamos transformar os auditórios em salas de cinema e transformar a realidade das cidades que terão as escolas culturais", afirmou Rui. O governador Rui Costa acrescentou que, "até dezembro, implantaremos esse projeto em 54 escolas, em 54 municípios. Gandu é a terceira cidade a receber essa iniciativa e estamos muito felizes de trazer o projeto para o Baixo Sul”. O projeto é resultado de parceria entre as secretarias da Educação, de Cultura (Secult), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e Casa Civil.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, enfatizou que o projeto Escolas Culturais e a Fábrica-Escola de Chocolate são inciativas que promovem a integração do Ensino Médio Regular com a Educação Profissional e Tecnológica, reconhecem a escola como um espaço que deve estar aberto à comunidade e que, principalmente, impulsionam a arte, a cultura, a inovação e o empreendedorismo já existente nas unidades de ensino da rede estadual.

 

“A grande ideia do governador Rui Costa foi colocar a escola indo, recebendo e abraçando a comunidade, pois a arte está nas nossas escolas e é esta arte que a gente faz a associação com a Matemática, com a Ciência, com a Fábrica- Escola e vai quebrando resistência, fazendo a leitura do que acontece em cada canto. E o que a gente faz é ter a capacidade de estar aqui para apoiar, fazer da escola um laboratório aberto para recepcionar a população e ensinar o caminho da vida para que os nossos jovens possam crescer e empreender”, destacou Pinheiro, que, ao lado das diretoras das unidades escolares da rede estadual em Gandu, Joilma Machado, Josefa Crispiniano e Jusseandre Santos Santana, solicitou ao prefeito do município, Leonardo Cardoso, a desapropriação da área de entorno do CETEP do Baixo Sul para a ampliação da oferta de cursos.

 
Durante a implantação da Escola Cultural, os estudantes realizaram várias apresentações com música, dança, coral e recital de poesia. O grupo da APAE Dance foi convidado e emocionou a todos. A estudante Elisama Souza 14, do 9º ano, da Escola Estadual Fernando Guedes Andrade, apresentou as músicas ‘Canto do Canto’, autoral, e ‘Você’, de Tim Maia, e falou sobre a emoção do momento. "A implantação das escolas culturais é fantástica porque a cultura tem que coexistir com o processo de aprendizagem do aluno. Na minha escola, eu já participava do Festival Anual da Canção Estudantil (FACE) e, agora, com a Escola Cultural sediada no CETEP vamos ter a oportunidade de movimentar toda a região. Com certeza foi minha mais importante apresentação", comentou.

Um vídeo foi exibido com o depoimento do ex-estudante do CETEP e técnico em Enfermagem, Gilmar Pinheiro, destacando a importância da formação profissional para a sua vida. Outros vídeos destacaram ações estratégias do Estado para a Juventude, como o Primeiro Emprego e sobre o projeto Escolas Culturais que já foi implantado em Itabuna e Juazeiro.

>> Secretário da Educação, Walter Pinheiro, joga capoeira com estudantes

O estudante Emerson Quirino, do curso técnico de nível médio do CETEP do Baixo Sul, que foi aprovado em quatro universidades, ressaltou a qualidade da Educação que o Governo da Bahia leva para a população de Gandu, com destaque para os cursos da Educação Profissional e Tecnológica. “Este projeto Escolas Culturais vem mostrar o quanto a cultura é importante, um fator de mudança que pode transformar uma sociedade”, afirmou.

O professor Osvaldo Filho foi convidado pela Secretaria da Educação do Estado para ser o padrinho do projeto em Gandu e terá a função de ser um elo da sociedade com a escola, promovendo esta interface e mobilizando a escola para impulsionar a cultura no território. A secretária de Cultura do Estado, Arany Santana participou do evento e disse que "a cultura e a educação sempre estiveram de mãos dadas. Este projeto é uma junção de talentos e valores que humaniza cada vez mais as escolas". O prefeito de Gandu, Leonardo Cardoso, também esteve presente ao evento.

O Programa - O Escolas Culturais integra o programa Educar para Transformar e tem como objetivo promover o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida. Além de Gandu, o projeto já foi implantado em Itabuna e Juazeiro e envolverá 85 unidades escolares, em 85 municípios, potencializando os projetos artístico-culturais já existentes e fomentando novas atividades. Para tanto, as escolas estão sendo requalificadas para que sejam desenvolvidas atividades nas áreas de dança, música, audiovisual e literatura. Com isto, auditórios e outros espaços destas unidades escolares estão recebendo equipamentos para projeção de audiovisual, com palco para apresentações artísticas e com internet banda larga para o desenvolvimento dos projetos, a exemplo de programas de rádio e fomento ao empreendedorismo, dentre outros.

>> Veja como foi a implantação

 

 

 

Notícias Relacionadas